(021) 2431-3403    |    contato@visionbarra.com.br    |   

O que olhos vermelhos podem sinalizar?

Olhos vermelhos podem ser um sintoma clássico de algum problema no globo ocular, causado desde por uma simples irritação por causa do tempo seco ou da maquiagem até por uma doença mais séria, como glaucoma. Se incomodar muito, o primeiro passo visitar é o oftalmologista para descobrir a causa e iniciar o tratamento. 

Às vezes, sintomas como olhos vermelhos e dor de cabeça, juntos, indicam apenas que o paciente deve usar um colírio adequado ou óculos de grau com lentes antirreflexo. Mas é possível também que sejam um alerta para complicações maiores, saiba quais são as mais comuns.

Cisco ou corpo estranho: A córnea pode ser arranhada por um cisco, um grão de areia ou até os próprios cílios, mas basta que se lave os olhos com chá de camomila ou lágrimas artificiais para acabar com o desconforto. Evite lavar com água da torneira, que pode estar impura ou com microorganismos. O mesmo vale para água do mar ou da piscina.

Síndrome do olho seco: Pessoas que trabalham horas o computador ou fazem uso excessivo de celulares, televisão ou tablets tendem a desenvolver a síndrome. Piscar bastante os olhos por minuto ou pingar algumas gotas de colírio ajuda a aliviar o problema.

Alergias: Algumas pessoas são mais predispostas a reações alérgicas e a primeira manifestação costuma ser vermelhidão nos olhos. Maquiagens que não são hipoalergênicas ou passaram do prazo de validade podem provocar essa reação. Alguns cremes também podem causar o mesmo efeito, é o caso dos filtros solares feitos para serem usados no corpo e não no rosto, por exemplo. Lavar o rosto com água fria e aplicar soro fisiológico nos olhos deve aliviar até os sintomas de inchaço, também combinados com anti-histamínicos e compressa gelada.

Conjuntivite: inflamação ou infecção da membrana que reveste as pálpebras e a superfície do olho. Além da vermelhidão, os sintomas incluem dor, fotosensibilidade e a sensação constante de corpo estranho no olho, com a possibilidade de apenas um ser afetado. É imprescindível ir ao oftalmologista com urgência neste caso para que se faça um diagnóstico rápido, pois a conjuntivite pode ser alérgica e não contagiosa ou bacteriana e contagiosa. O médico pode recomendar colírios, antibióticos ou lágrimas artificias dependendo do caso. Para evitar o contágio é recomendado repouso em casa e muito cuidado com a higiene das mãos e dos olhos.

Glaucoma: essa doença causa dor de cabeça e no fundo do olho, mas costuma ser assintomática. Por isso exige que se faça sempre exames específicos que medem a pressão ocular para detectar a doença o quanto antes, já que o diagnóstico precoce pode ajudar no controle. Em alguns casos é possível recorrer à cirurgia, mas normalmente o tratamento envolve o uso de colírios específicos.

Fonte: Medical Site